Blog page
responsivo-ou-mobile.jpg
Site responsivo é a melhor opção para o mercado imobiliário?
5 (100%) 2 votos

Profissionais de tecnologia e agências especializadas em trabalhos para imobiliárias têm enfatizado, nos últimos meses, a criação de sites responsivos como o único tipo de site mobile para seus clientes. E sobre esse equívoco vamos trazer para você os devidos esclarecimentos para que esteja seguro na hora de contratar um serviço de qualidade, entrevistamos o especialista Pedro Dias que é consultor SEO e trabalhou no Google analisando as buscas e o comportamento dos usuários, para dar as principais orientações.

Sites mobile: funcionalidade e tipos

A versão mobile de seu site permitirá que o mesmo seja aberto em outros dispositivos móveis como smartphones e tablets. Atualmente, estar “acessível” para o comportamento mobile de seus clientes é fundamental para as vendas e fidelização.

Uma pesquisa divulgada, no início do ano, revelou que 54% das 1 mil pessoas entrevistadas já realizaram uma compra pelo smartphone, e 51% pelo tablet. Por esse motivo, a maioria das imobiliárias estão contratando a construção de seus sites em versão mobile, e nesse momento a orientação é crucial para a estratégia de marketing digital da empresa.

“Em outubro de 2015, o Google divulgou que o volume de buscas feitas em dispositivos móveis já ultrapassara o volume de pesquisas feitas em desktop”, explica Pedro Dias. Ex Google Search Quality, Pedro enfatiza que o buscador está cada vez mais focado em oferecer o melhor conteúdo ao usuário no mobile: “O Google precisa refletir os desejos e necessidades dos seus usuários. Certamente, para a maioria das pessoas que usam a internet, essa necessidade é mobile”.

Existem três tipos de configurações de site mobile, atualmente: Adaptativa (também chamada m.), Dinâmica e Responsiva, cada um ideal para um perfil de negócio. Para o mercado imobiliário indicamos a versão Dinâmica, também sugerida pelo especialista, “se eu tiver que fazer uma recomendação, eu indicaria focar em configurações que sejam mais amigáveis possível para os usuários, tal como as configurações Dinâmica ou Responsiva”.

Sites com configuração dinâmica são mais otimizados do que sites com as outras duas configurações, dentre as caraterísticas técnicas, possuem capacidade de receber e processar informações dos visitantes respondendo-os instantaneamente e, por possuir um sistema de gestão do conteúdo, é facilmente atualizado e manuseado pelo usuário.

Sites responsivos são sites que reposicionam e ajustam todos os elementos das páginas ao tamanho da tela de determinado dispositivo, mantendo todo o conteúdo do site. Ou seja, um único site se adapta a todos os tamanhos de telas. Sites adaptativos (m.) também chamados “URLs separados” pelo Google, os sites mobiles são versões criadas para abrir especificamente no celular smartphone. Ex.: www.seudominio.com.br (URL no desktop) >> m.seudominio.com.br (URL no smartphone).

Você pode conhecer todos os detalhes técnicos que diferenciam cada versão no post que Pedro Dias publicou em seu site: Qual tipo de site Mobile o Google prefere?

Site mobile com serviço dinâmico: ideal para o mercado imobiliário

Grande maioria dos profissionais de tecnologia e agências estão dizendo para as imobiliárias que o melhor para o negócio é o site responsivo “porque o Google disse que tem que ser otimizado”, principalmente porque a maioria dos sites desenvolvidos em WordPress, hoje, têm seus templates responsivos, o que significa uma economia de tempo de serviço.

De fato, essa configuração é amigável ao estar de acordo com os requisitos que o Google criou sobre a otimização para mobile. Porém, além de indicarmos o dinâmico para o mercado, podemos afirmar que um site m., desenvolvido conforme o Google orienta, também pode ser ideal, e nesse momento o valor contará para a sua escolha.

“Discordo que tudo seja responsivo, ou que a melhor solução seja responsivo por padrão. Citando o meu artigo, por exemplo: seu site é um site onde pessoas consomem e leem conteúdo ou tomam ações e compram produtos? (…) talvez seja melhor pensar em uma configuração Dynamic Serving”, enfatiza Pedro Dias.

Como posso saber se a empresa que vai desenvolver o meu site oferece uma versão mobile ideal para o Google?

Além de se orientar através de artigos como este, bem como conhecer detalhes técnicos, é importante você analisar o que o profissional está propondo à você. Faça uma leitura sobre o perfil da empresa e ainda sobre a postura do vendedor para que não seja prejudicado por um argumento “técnico” infundado e enganoso.

Para concluir, Pedro Dias orienta: “se as recomendações documentadas forem seguidas, o site tem grandes chances de ser considerado ‘amigável para o Google’. Porém, toda a recomendação e documentação deve ser usada justamente com o bom senso e tendo em consideração a funcionalidade do site durante as fases de planejamento e desenvolvimento do site”.

Para fazer uma análise melhor do profissional ou da empresa que vai criar a versão mobile de seu site, leia com atenção a documentação que o Google criou com as orientações sobre site mobile neste link AQUI.